O QUE SOMOS:

Minha foto
Indaiatuba / Goiania, Sp e GO, Brazil
Blog criado em 2009 para buscar a implantação de sinais de banda-larga e tv a cabo no bairro Jardim Regina de Indaiatuba/SP, assim como nas localidades ao seu redor. Em 2011 a NET iniciou a oferta dos sinais nestes bairros.

sábado, 26 de novembro de 2016

Conheça quem são os Conselheiros dos Usuários de Telefonia e Internet de sua operadora e de sua região para 2017/19 - Vamos ficar de olhos neles?

Olá,

O blog KD a BANDA-LARGA? concorreu por uma das indicações para o Conselho de Usuários da região centro-oeste, conforme matéria publicada aqui em 10/10/2016, conseguindo uma suplência muito distante mas, como diz o velho ditado "o que vale é competir" e, por isso agradecemos a todos que se dedicaram em nos oferecer os seus votos. Estaremos competindo na próxima também...

Pois bem, feitos os esclarecimentos e os agradecimentos necessários, como poucos sabem e poucos usam, a ANATEL obrigou TODAS as operadoras de telefonia e banda-larga a criarem o seu grupo de conselheiros de usuários.

O blog KD A BANDA-LARGA? fez uma pesquisa na internet e identificou uma ação muito discreta destes conselhos. 

Em algumas ATAS das reuniões destes conselhos de usuários, disponíveis nos sites das operadoras (vejam links abaixo), os poucos temas levantados ou registrados foram, em muitas vezes, para atender a uma situação pontual do representante. Poucas são as vezes que, em nossa análise, identificamos algo que realmente beneficiariam aos milhões de usuários da sua região, ou sejam com pouca abrangência.

O blog KD A BANDA-LARGA? pesquisou também junto às redes sociais e, as poucas páginas e os poucos grupos encontrados são como "exclusivos" aos membros dos conselhos, não permitindo a ação da população na busca de soluções mais importantes.

É muito importante sabermos que este Conselhos de Usuários NÃO são canais de reclamações, para isso existe o PROCON e a ANATEL, mas que deveríamos ter maior acesso ao membros eleitos, isto sim. 

Afinal de contas, se são eleitos  é porque receberam votos dos usuários para representa-los.


Se você acredita que vale a pena buscar mais este canal de colaboração, nosso blog colocou abaixo os links das principais operadoras que já publicaram os nomes dos representantes eleitos, por região e por número de votos.

Gaste um minutinho, faça uma busca e encontre alguém. Pode ser que descubra um colega de escola, alguém do trabalho ou mesmo um vizinho ou uma vizinha sua entre os eleitos.

Contate-os e sugiram a eles darem a oportunidade de nos comunicar.

Seguem os links: (clique para abrir ou cole e copie no seu provedor)

Claro - NET - Embratel;
http://www.conselhodeusuariosamx2017.com.br/resultado

Telefonica - GVT - VIVO
http://www.telefonica.com.br/servlet/Satellite?c=Page&cid=1386094166985&pagename=InstitucionalVivo/Page/TemplateTextoDocumento

TIM
http://www.tim.com.br/sp/conselhodeusuarios

Oi
http://www.oi.com.br/oi/sobre-a-oi/regulamentacao/informacoes/conselho-de-usuarios/conselho-de-usuarios-regionais 
(Na operadora Oi não localizamos os resultados das eleições de 2016)

Vamos continuar de olhos neles? 
Compartilhem e comentem com seus amigos, temos certeza que, se não melhorar, atrapalhar não vai!

Grande abraço,
Luciano Malpelli
KD A BANDA-LARGA?


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

KD a Banda-Larga? Colabora para Indaiatuba/SP ser uma das melhores cidades para negócios no Brasil!

Indaiatuba é 2ª da RMC no ranking das Melhores Cidades do Brasil para Investir em Negócios e a 13ª melhor no rancking nacional e o blog KD A BANDA-LARGA? colaborou com estes resultados.

O levantamento feito pela consultoria Urban Systems e publicado na Revista Exame, levou em conta diferentes aspectos de qualidade de serviços nos municípios, entre eles, a quantidade e a qualidade de BANDA-LARGA FIXA.
Estamos satisfeitos em saber que que todos que interagem neste blog contribuiu para que a oferta da internet banda-larga em Indaiatuba atingisse o volume expressivo dos dias de hoje.
Por uma estimativa não oficial, acredita-se que, desde o inicio de nossos trabalhos, a internet com banda-larga fixa chegou à mais de 30 mil residencias instaladas em bairros mais distantes do centro da cidade, como: Jardim Regina (onde tudo começou), Monte Verde, Esplanada I e II, Morada do Sol, Itaíci, entre outros.
O importante também é que, mesmo que "candidatos megafônicos" gritem nas esquinas terem sidos eles os responsáveis por este e outros feitos na cidade, sabermos que fomos nós, "cidadãos comuns", que realmente contribuíram para este feito.
Desde 2008, além dos nossos queridos e atuantes internautas, contamos com o apoio da mídia escrita da cidade, como o Jornal Tribuna de Indaiá, Jornal Expressão, com suas editoras e colunistas, entre elas as jornalistas Silvia Bolivar, Cynthia Santos e Mariana Corrér e ainda com o apoio inicial do amigo Celsinho Rocha, sendo que todos acreditaram na necessidade da inclusão digital nas residencias e comércios na cidade de Indaiatuba.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Leia abaixo a matéria publicada no portal do Jornal Tribuna de Indaiá

Indaiatuba é a 13ª melhor para negócios
Cidade evoluiu no ranking de melhores cidades da revista Exame e é a quarta da RMC
Por:Adriana Brumer Lourencini
Foto: Eliandro Figueira SCS/PMI

Para o prefeito em exercício, a excelência em gestão pública foi fator determinante para essa subida na lista nacional Indaiatuba ocupa o 13º posto de melhor cidade para fazer negócios no Brasil. Os dados são do Ranking 2016 do estudo da Urban Systems. O município subiu seis pontos em relação ao ano passado, quando ocupava a 19ª posição.
A terceira edição do estudo, que avaliou 28 indicadores dos 308 municípios com mais de cem mil habitantes no País, foi publicado na revista Exame desta semana. Outros oito municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC) aparecem na lista das cem melhores e, entre eles, Indaiatuba está na 4ª posição, com 9,88 pontos, seguida por Americana, Hortolândia, Atibaia, Itatiba e Sumaré. Os três primeiros postos ficaram com Paulínia (10,66 pontos); Campinas (10,22) e Valinhos (10,15), respectivamente.
Os 28 indicadores que serviram de base para o estudo foram divididos em quatro categorias: desenvolvimento econômico, capital humano, infraestrutura e desenvolvimento social. Os indicadores vão desde o crescimento populacional, empresarial e de empregos, matrículas em cursos superiores e frota de automóveis, até o percentual de conexões de banda larga fixa e o índice de perdas na distribuição de água.
"Acreditamos que a excelência na gestão pública tenha contribuído muito para a subida no ranking", comenta o prefeito em exercício, Antônio Carlos Pinheiro (sem partido). "Outro fator que pesou diz respeito à infraestrutura da cidade, que melhorou bastante", complementa.
O prefeito acrescenta que, embora o ranking seja formado por 28 indicadores, o que se destaca é a gestão pública. "É um ponto relevante, tanto que o município recebeu elogios do Ministério Público Federal", revela Pinheiro.

Engajamento
Para o doutor Pinheiro, a evolução de Indaiatuba na lista das melhores cidades para negócios angaria não apenas o apoio da população para novos projetos, mas também, atrai investimentos. "Esta posição é um grande atrativo para que mais empresas busquem investir no município", argumenta.
Questionado sobre o fato de Indaiatuba ser um dos poucos municípios que não estão com as contas públicas no vermelho, o prefeito em exercício resume: "Planejamento. O prefeito Reinaldo Nogueira sempre deu muita importância ao planejamento da cidade, tanto na gestão quanto no orçamento, que é elaborado o mais próximo possível da nossa realidade", ressalta Pinheiro.

EVOLUÇÃO
Ano             Posição
2014               64º
2015               19º
2016               13º

Município subiu 51 posições desde o primeiro ranking
O estudo tem como base o Índice Mercadológico de Atratividade, um modelo de análise desenvolvido pela Urban Systems, que, por possuir metodologia dinâmica e customizada, é utilizado para direcionar o planejamento estratégico de empresas e negócios em diferentes segmentos, hierarquizando regiões e priorizando mercados.
De acordo com o levantamento feito pela revista Exame, as cidades mais promissoras estão nas regiões Sudeste e Sul do País, e que somam três quartos do ranking. Das cem pesquisadas, 51 estão no Sudeste; 25 no Sul; nove no Centro-Oeste; oito no Nordeste e sete na região Norte. No ranking do ano passado, 55 municípios estavam no Sudeste; 20 no Sul; 11 no Centro-Oeste; oito no Nordeste e seis no Norte.
Na segunda edição da pesquisa, em 2015, foram analisados 648 municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes. Já em 2014, quando a Exame publicou o ranking pela primeira vez, Indaiatuba ocupava a 64ª posição entre os 293 municípios com mais de cem mil habitantes.
(fonte:http://www.tribunadeindaia.com.br/_conteudo/2016/10/cidade/9381-indaiatuba-e-a-13-melhor-para-negocios.html)

Grande abraço,
Luciano Malpelli
KD A BANDA-LARGA?

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Duvidando da velocidade de conexão de sua banda-larga fixa ou móvel? Veja aqui!

Olá,
Você é, assim como eu, um usuário de banda-larga fixa que acha estar sendo ludibriado com a velocidade de conexão que a sua operadora entrega?
Pois bem, mais uma vez trazemos aqui uma ferramenta que mede o desempenho destas conexões, com disponibilidade também para conexões móveis (app).
Atenção especial deve se tomar com os resultados, pois são medidos dois tipos de conexão, os downloads e os UPLOADS!
Como sabemos, o primeiro mede a velocidade do que RECEBEMOS e o segundo, a velocidade do que ENVIADOS.
E é neste tal UPLOADS que mora o problema pois nem sempre somos informados qual a velocidade contratada. No nosso caso, fizemos um teste com uma banda-larga fixa de 15mbps contratada da operadora NET em Goiânia, capital do estado de Goiás. Veja os resultados:
Dia 17/10/2016 - 9:24hs => Download : 4,09 mbps / Uploads:1,44mbps
Dia 17/10/2016 - 9:56hs => Download 14,74 mbps / Uploads: 1,55mbps


Como dissemos, é real uma variação da velocidade durante o dia, mas aqui em Goiânia, a qualidade do serviço NET deixa muito a desejar, entretanto, lembrem-se que a velocidade dos dados que você ENVIA é, em média, apenas 10% da velocidade de Download.

Portanto, não se desespere! Quem sabe os novos Conselheiros de Usuários da NET possa batalhar por isso! Os resultados da eleição serão divulgados no dia 30/11/16 no site http://www.conselhodeusuariosamx2017.com.br/

Encontre um nome conhecido em sua região e cobre dele uma melhoria.

Abaixo a matéria publicada no site da anatel e os links para você realizar a sua medição, ou copie e cole o link: http://www.brasilbandalarga.com.br/index.php/speedtest
Grande abraço,
KD A BANDA-LARGA?
Luciano Malpelli
------------------------
Sempre que as prestadoras com mais de 50 mil assinantes oferecerem serviços de conexão à Internet, elas têm que respeitar os padrões mínimos de qualidade definidos na regulamentação. Entre as obrigações técnicas, está a de velocidade de conexão, medida de duas formas:
  1. A velocidade da conexão não deve ser inferior a 40% da velocidade que foi ofertada ao cliente. Ou seja, quando a prestadora oferece um pacote com velocidade de 1 Mbps, a velocidade nunca pode ser inferior a 400 kbps;
  2. Considerando todas as conexões à Internet, a média mensal da velocidade não deve ser inferior a 80% da velocidade ofertada ao cliente. Ou seja, a média da velocidade ao longo do mês não pode ser inferior a 800 kbps, seguindo o exemplo acima.
Algumas operadoras de Internet fixa oferecem planos de internet com franquias de dados limitada, nos quais é prevista a redução da velocidade de conexão após o cliente atingir um certo limite de tráfego (por exemplo: 300 MB por mês). Caso ofereça um plano deste tipo, a operadora é obrigada a informar tanto a velocidade de acesso a que você tem direito até atingir a franquia quanto a velocidade a que você terá direito depois de a franquia ser atingida.
Além das obrigações de velocidade, as prestadoras têm outras obrigações técnicas tais como limites de perda de pacotes transmitidos, jitter e latência bidirecional.
Para verificar a velocidade de conexão da sua banda larga, você pode executar medições por meio do endereço:http://www.brasilbandalarga.com.br/
A Anatel, em conjunto com a Entidade Aferida da Qualidade – EAQ, realiza mensalmente medições da banda larga fixa por meio de dispositivos instalados no domicílio de usuários. Seja também um voluntário e contribua com a melhoria da qualidade de nossa banda larga se cadastrando no site http://www.brasilbandalarga.com.br/
Fundamentação Legal: Arts. 16 a 18 da Resolução nº 574/2011 da Anatel.
fonte:www.anatel.gov.br/consumidor/index.php/banda-larga/direitos/velocidade-de-conexao

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Conselho de Usuários Telefonia e Internet Goiás- ELEIÇÃO 2016/17 - Votação até dia 15/outubro/16

Prezadas(os),

Estamos concorrendo para uma das vagas do CONSELHO DE USUÁRIOS DA CLARO, NET, EMBRATEL - 2016/2017.
Mesmo sendo um trabalho voluntário (sem remuneração), resolvemos nos candidatar a uma das 6 vagas pela região de Goias, pois sei muito bem quantos problemas temos com as telefonias, internet e tv a cabo. É algo que "brigamos" há mais de 8 anos, desde o lançamento do blog que já tem 100 mil acessos : http://kdabandalarga.blogspot.com.br

Para votar é fácil:
1) Acesse o site do Conselho: http://www.conselhodeusuariosamx2017.com.br/ 
2) Clique em VOTAR (final da página)
3) Selecione GOIAS e digite o seu CPF (é seguro e controlado pela ANATEL)
4) Clique em VOTAR
5) Clique na LETRA "L"
6) CLique no ÍCONE VERMELHO depois dos nomes e vá até a pagina 5/7
7) Clique no LUCIANO MALPELLI e + 5 nomes (qualquer um), pois você tem que escolher pelo menos 6 nomes senão não libera a página.
8) Clique em CONCLUIR A VOTAÇÃO.

PRONTO! OBRIGADO!

Se eleitos voltaremos pedindo para mandarem as suas reclamações para apresentá-las nas reuniões do Conselho de Usuários.

Grande abraço,

Luciano Malpelli

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Consultoria Aporthe Social divulga a Pesquisa Doação Brasil (IDIS). Uma excelente ferramenta de Gestão Social!

Pesquisa Doação Brasil Apresenta Resultados de um Brasil em Crise e se transforma em uma excelente ferramenta de Gestão Social!

Veja mais no nosso Blog da Aporthe Social Consultoria pelo endereço: www.aportheconsultoria.blogspot.com.br 
ou clique diretamente no banner ao lado.
http://aportheconsultoria.blogspot.com.br/2016/07/pesquisa-doacao-brasil-apresenta.html

sábado, 11 de junho de 2016

Lançamento do Livro Fotos Antigas de Santo André Pessoas, carros e lugares. Imagens Inéditas e Inesquecíveis da Cidade de Santo André!

Lançamento do Livro Fotos Antigas de Santo André  Pessoas, carros e lugares. Imagens Inéditas e Inesquecíveis da Cidade de Santo André!

Uma coletânea de registros fotográficos publicados por Andreenses, desde os anos 30, que ajudam a reviver histórias pessoais e fatos arquivados em nossas memórias.

Um modelo diferente de apresentar fotos antigas de Santo André, pois considera como fator principal a originalidade e os comentários feitos por membros da Rede Social.

Ideia originada do sucesso do Grupo Fotos Antigas de Santo André, na Rede Social do Facebook.

Autores: Luciano Malpelli e Reginaldo Pereira da Silva.

Livre download. Basta clicar na imagem ao lado direito deste blog, ou direto pelo link:
http://pt.slideshare.net/malpelli/livro-fotos-antigas-de-santo-andr-pessoas-carros-e-lugares-imagens-inesquecveis-da-cidade-de-santo-andr-1a-edio2016

Vale a pena conferir!



segunda-feira, 18 de abril de 2016

Falta acesso da internet fixa fibra-ótica em Indaiatuba/SP e no Brasil! Interesse de quem?

Olá,

Durante mais de um ano temos recebido comentários e perguntas sobre o porque não há cabeamento de internet fixa fibra-ótica ainda em muitos bairros da cidade de Indaiatuba/SP e hoje resolvemos voltar a este tema, tentando compartilhar também a nossa indignação.

Depois das desgastantes discussões e convencimentos feitos junto às operadoras deste serviço, como a NET, GVT e VIVO-Fibra, que nós iniciamos em 2009, época que criamos este BLOG, os moradores de Indaiatuba/SP conseguiram a oferta na cidade de uma internet fixa de qualidade, atingindo um número assustador de mais de 20.000 novas residencias, o que representaria cerca de 100.000 habitantes. 

Foi um enorme avanço, graças a participação EXCLUSIVA deste moderador e de milhares de comentários e acessos a esta página (hoje com quase 100.000).

Muito nos dói saber que, quanto mais a cidade cresce, menor são os interesses de aumentar a oferta deste serviço.

A pergunta que não quer se calar é essa: Porque não há pelo menos UM representante político interessado neste assunto? 

Aqui no KD A BANDA-LARGA?, milhares de seguidores de todo o Brasil tem postado e relatado reclamações e indignações sobre a falta da banda-larga fixa nos mais variados cantos deste país. Do Sul ao Norte! É crônico! Onde estão os investimentos prometidos? Onde estão os programas de banda-larga para todos? Como ajudar a todos?

Claro que a internet móvel chegou com muita força, o que facilitou o acesso por celular, etc. Isso foi e é muito bom, mas hoje, diferente de tempos atrás, este acesso agora também é caro e limitado, diferente do que é a internet fixa (até o momento, já que existem operadoras bloqueando ou reduzindo o acesso de clientes que ultrapassarem uma quantidade de Megabytes contratados. Se desejarem leiam mais sobre a NOVA FRANQUIA da internet fixa no link que deixamos ao final deste post).

Não estamos aqui fazendo apologia ao progresso ou ao assistencialismo gritante que se implantou no Brasil como algo permanente, mesmo porque vemos o reflexo disso no nosso dia-a-dia atual.

Continuamos sim na busca de mostrar, da forma que for possível (e difícil), que ter internet fixa banda-larga de qualidade em nossa residencia não é implorar, mas usar o direito da inclusão digital para a nossa família, pagando, e muito caro, por ela.

Hoje, por motivos familiares, fixamos residencia temporária em Goiânia/GO e aqui a reclamação é a mesma. 

Falta internet fibra-ótica fixa em milhares de residencias e em centenas de municípios mas, quando ela existe, é de qualidade abaixo do mínimo esperada. Chega a ser trágico-divertido a presença de dezenas de jovens em frente a residencias ou a estabelecimentos comerciais para "roubar wifi". Não vemos um exemplo melhor, ou pior.

Senhores prefeitos e vereadores (atuais e futuros), prestem atenção aos sinais da população de suas cidades. 

A quem interessa?

Grande abraço,
Luciano Malpelli
KD A BANDA-LARGA?

p.s: 
1) Façam os seus comentários, mas não deixem de colocar o seu nome.
2) Link da matéria publicada pelo portal OficinadaNet.com.br: 
https://www.oficinadanet.com.br/post/16386-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-a-polemica-franquia-de-banda-larga
3) Imagem: oficinadanet.com.br

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Levantamento do Instituto Ayrton Senna comparou dados do Censo 2014: 43% das escolas públicas têm banda larga, contra 80% das privadas.

43% das escolas públicas têm banda larga, contra 80% das privadas
Nº de escolas públicas equipadas é menor que o das privadas em 2008. Levantamento do Instituto Ayrton Senna comparou dados do Censo 2014.

{9d9458a4-8172-48e3-b5d2-b92419be9b99}_internet2

Em 2014, só metade das escolas de educação básica no Brasil tinham acesso à internet de banda larga, segundo um estudo feito pelo Instituto Ayrton Senna. De acordo com os dados, a porcentagem de escolas públicas nessa situação em 2014 era de 42,7%, taxa menor que a registrada seis anos antes pelas escolas particulares, de 48,8%.

No ano passado, na rede privada, 80,2% das escolas já tinham acesso à internet de alta velocidade. Os dados foram levantados a partir das últimas sete edições do Censo Escolar.

Segundo os números do Censo, o Brasil tinha um total de 149.098 escolas públicas e 39.575 escolas privadas de educação básica em 2014. Embora as escolas privadas representem 20,9% do total de escolas no país, elas respondem por 33,3% do total de escolas brasileiras com internet de banda larga.

É possível notar, a partir do levantamento, que o investimento público em banda larga privilegia os estudantes do ensino médio. Na divisão entre o ensino fundamental e o ensino médio, 79,4% das escolas públicas de ensino médio tinham banda larga em 2014, contra 90,8% das escolas particulares.

Em nota, o Ministério da Educação (MEC) afirmou que considera que o número de alunos atendidos é o melhor indicador. “Ao contrário do que apresenta o estudo, o Brasil já atende 70% do total de alunos do ensino fundamental público, ou seja, mais de 16,8 milhões, e 84% dos estudantes do ensino médio público, o que representa 6,1 milhões de matrículas”, afirma o ministério.

“O governo federal trabalha para ampliar a quantidade de alunos e escolas atendidos pelo Programa Banda Larga nas Escolas, por meio do qual as operadoras de telecomunicações instalam uma conexão em alta velocidade e oferecem a ampliação periódica dessa velocidade para manter a qualidade e a atualidade do serviço durante a vigência da oferta, até 2025. O programa é resultado de uma parceria entre os ministérios da Educação e das Comunicações e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)”, informa o ministério.

Regiões
De acordo com o levantamento, em todos os estados do Brasil, a rede particular apresentou níveis de acesso à banda larga nas escolas mais alto do que as redes públicas. No caso das escolas públicas, em 16 dos 26 estados e do Distrito Federal a porcentagem de escolas públicas com banda larga representa menos da metade do total de escolas.

Já na rede particular, só no Amapá a porcentagem ficou abaixo de 50%. Nesse caso, só 25,4% das escolas privadas tinham banda larga em 2014, contra 6,3% das escolas públicas.

O Distrito Federal tinha, em 2014, a maior porcentagem de escolas públicas com acesso à internet de alta velocidade (88,9%), seguido de São Paulo, com 77%, e Mato Grosso do Sul, com 74,3%.

Investimento em internet móvel
O levantamento também pesquisou a porcentagem das escolas que contam com laboratório de informática para os estudantes. Nesse caso, o número é parecido entre as redes: na pública, 44,7% das escolas têm o equipamento. Na privada, a porcentagem foi de 45,3% em 2014, e caiu pela segunda vez consecutiva (a taxa mais alta de presença desse equipamento nas escolas particulares foi de 47,4%, registrada no Censo de 2012).

Mesmo assim, entre as escolas públicas que têm laboratórios de informática, cerca de um terço não conseguem realizar algumas atividades porque falta a internet de banda larga. De acordo com os dados, em 2014, 21.273 escolas das redes públicas brasileiras estavam nesta situação.

Para Mozart Neves Ramos, diretor de Articulação e Inovação do instituto, os números mostram que o investimento das escolas particulares está mais concentrado no campo dos smartphones e notebooks que podem ser usados dentro da sala de aula. “É um sinal de que a necessidade da banda larga é estratégica para desenvolver a aprendizagem no século 21, que não fica na aula tradicional do professor.” Segundo ele, o professor vai se transformar mais em tutor do que em um instrutor tradicional. “Será um indutor pela busca do conhecimento qualitativo.”

Na rede pública, em 2014 a porcentagem de escolas de ensino médio com laboratórios de informática (89,9% do total) já era maior que o de escolas particulares no mesmo nível de ensino (77,9% do total).

Para Ramos, nos próximos dois anos a rede pública deve ultrapassar a particular em número de laboratórios em todos os níveis. Porém, segundo ele, é fundamental investir no acesso à banda larga, pois em muitos locais a velocidade da internet é um limitante para o uso dos computadores.

“O laboratório ainda é importante, mas é necessário lembrar que a sala de aula mudou e a tendência do século 21 é um modelo híbrido de aprendizagem. A banda larga não é luxo, é a democratização do conhecimento. O notebook é o lápis do século 21″, disse Ramos.

Fonte: Portal G1 e Alagoas 24 horas.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Apenas metade dos lares brasileiros tem acesso a Banda-larga e 2% ainda usam conexão discada!

Olá,
Muito já escrevemos aqui nestes últimos 6 anos, sobre a incapacidade das operadoras e dos poderes executivos dos municípios, estados e federal em prover a integração digital junto aos lares brasileiros.

Muitos ainda pensam que basta ter um celular ou um tablet já permite esta inclusão.
Nós do Blog KD A BANDA-LARGA? sempre afirmamos que a inclusão digital das famílias brasileiras está ligada diretamente a banda-larga fixa (fibra-ótica) instalada nas residencias da população, independente do bairro, cidade ou estado.

Hoje (15/09/2015), o portal UOL publica uma espantosa e verdadeira pesquisa sobre o tema: (http://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2015/09/15/mais-de-32-milhoes-de-domicilios-brasileiros-nao-tem-acesso-a-internet.htm) .

Tomamos a liberdade de publicar trechos desta trabalho, onde pode-se identificar que ainda 2% dos lares brasileiros, o acesso é feito por discagem telefônica, ou seja, milhões de pessoas ainda ouvem o terrível barulhinho "prrrriiiiii, blooommm, hommm".

Vejam abaixo alguns dados copiados.

Grande abraço,

KD A BANDA-LARGA?
Luciano Malpelli

Portal UOL
Apenas 50% dos domicílios brasileiros tinham acesso à internet em 2014, segundo a 10ª edição da pesquisa TIC Domicílios, divulgada na manhã desta terça-feira (15) pelo CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil). O dado aponta um déficit de conectividade para 32,3 milhões de lares do país, que está ligado à classe social e à área de residência.


Na classe A, como aponta o estudo, a proporção de domicílios com conexão é de 98%. O índice cai para 82%, na classe B, e para 48%, na classe C. O resultado é ainda menor nas classes D e E. A internet está presente em apenas 14% dos lares dessas famílias.

Um déficit que não está ligado exclusivamente à questão de renda, mas também à falta de infraestrutura para acesso às bandas largas. Considerando as áreas urbanas, a proporção de domicílios com acesso à internet é de 54%, enquanto nas áreas rurais é de 22%. 

Chamada TIC Domicílios 2014, a pesquisa foi realizada em mais de 19 mil domicílios do país, entre outubro de 2014 e março de 2015, e tem o objetivo de medir o uso das tecnologias da informação e da comunicação dos brasileiros, o acesso individual a computadores e à internet, atividades desenvolvidas na rede, entre outros indicadores.

Alguns dados divulgados pela TIC Domicílios 2014

2% têm conexão discada
Número de domicílios com acesso internet que ainda usam a conexão discada. A banda larga fixa chega em 67% desses lares, enquanto o alcance da banda larga móvel é de 25%

55% usam internet
O percentual de brasileiros de 10 anos ou mais que são usuários de internet chegou a 55%, o que corresponde a 94,2 milhões de usuários.
---------------------------------------

sábado, 20 de junho de 2015

Jovem Morador de Lavras-Guarulhos questiona a falta de oferta de banda-larga da #VIVO em seu bairro!

Olá,
Sou o Murilo, um jovem morador do bairro Jardim IV Centenário, mais conhecido como Lavras-Guarulhos/SP, infelizmente por tantas e outras tentativas da minha família em contratar um plano de internet de 10 megas ou 4 + telefone a VIVO demonstra total desinteresse em oferecer um serviço bom na minha região... 
Ainda no meu bairro temos internet de 1 mega, na verdade poucos moradores conseguem essa velocidade já que a maioria só conseguem contratar metade de "1 mega" e o pior é que a VIVO tem monopólio de mercado, já que ela das grandes empresas de internet é a única em que disponibiliza o plano da internet na região... 
Faz 4 anos que tenho internet de muitas e poucas tentativas.de buscar respostas do motivo de não disponibilizarem o serviço a resposta sempre é a mesma e clássica de "No momento não temos essa velocidade", busquei informações de como poderia tentar encontrar ajuda sobre isso e achei o blog e vi que alguns casos foram solucionados. 
Gostaria que pudesse, de alguma forma, cobrar isso da #VIVO já que no meu bairro esses serviços sempre ficam no ultimo plano.
Obrigado pela atenção e desculpe pelos erros de português já que estava digitando pelo celular.
Murilo Santana - por email.
____________
_____________
Nossos comentários:
Caro Murilo, é inaceitável uma cidade grande como Guarulhos ainda ter esta carência de sinal de banda-larga fixa nos seus bairros.
Vamos direcionar para a #VIVO @vivo esta sua mensagem e torcer para que tudo se resolva, mas não espere sentado. Convoque os seus vizinhos, faça um abaixo-assinado, chame os jornais da região para uma reportagem, chamem as rádios próximas e, por fim, convoquem os vereadores que foram eleitos com votos de seu bairro (chamados de padrinhos) e agite bastante. 
Caso contrário, será mais um jovem reclamando da mesma coisa: Kd a banda-larga?.

Grande abraço e boa sorte!
KD A BANDA-LARGA?
Luciano Malpelli

+70.000 ACESSOS 2014

+70.000 ACESSOS 2014

SAC VIRTUAL PMI

SAC VIRTUAL PMI

Campanha Páscoa 2014

Campanha Páscoa 2014
Tribuna de Indaiá - 03-maio-2014

Jornal Tribuna de Indaiá 23-12-11

Jornal Tribuna de Indaiá 23-12-11
Matéria sobre Banda-larga Parte 2

Itaíci - Indaiatuba - Quadro de Condominios

Itaíci - Indaiatuba - Quadro de Condominios
Elaborado por José Nilton

Jornal Tribuna de Indaiá - Silvia em Revista - 13/04/2013

Jornal Tribuna de Indaiá - Silvia em Revista - 13/04/2013
Jornal Tribuna de Indaiá - Silvia em Revista - 13/04/2013

Matéria Jornal Mais Expressão 05/04/2012

Matéria Jornal Mais Expressão 05/04/2012
Reunião com operadora Net em Indaiatuba/SP

Jornal Tribuna de Indaia 23-12-11

Jornal Tribuna de Indaia 23-12-11
Matéria sobre banda-larga - parte 1

Jornal Tribuna de Indaia 20/12/11

Jornal Tribuna de Indaia 20/12/11
Almanaque - Pg.10 - Silvia Bolivar

Coluna Silvia Bolivar - Tribuna de Indaia

Coluna Silvia Bolivar - Tribuna de Indaia
Edição 10-09-2011

Jornal Tribuna de Indaiá

Jornal Tribuna de Indaiá
Edição 29/01/2011

Jornal Exemplo 25-05-2012

Jornal Exemplo 25-05-2012
Matéria sobre KD A BANDA-LARGA? Jornal Exemplo - por Luciano Rodrigues

Jornal Exemplo 25-05-2012

Jornal Exemplo 25-05-2012
Materia sobre KD A BANDA-LARGA? de Luciano Rodrigues Jornal Exemplo

Jornal Tribuna de Indaiá / Banda-larga

Jornal Tribuna de Indaiá / Banda-larga
Edição 06/08/11

Charge publicada no Jornal Tribuna de Indaiá

Charge publicada no Jornal Tribuna de Indaiá
Edição 20-08-2011

Jornal Tribuna de Indaiá - Editorial

Jornal Tribuna de Indaiá - Editorial
Edição 20/08/2011

Reportagem Jornal Tribuna de Indaiá - Banda-larga

Reportagem Jornal Tribuna de Indaiá - Banda-larga
Edição 06/08/2011